sexta-feira, 3 de junho de 2011

Tarde triste

Não sei se é por causa da chuva
Não sei se é por causa do céu cinza
Que deixa o dia no tom dos meus dias.
Mas toda a felicidade me deixou.
Sinto todo o silêncio a minha volta
Sinto a solidão me acompanhando.
E ela é tão real que acho que posso tocá-la.
A tristeza me abraça forte
Hoje só ela pode cuidar de mim
Do meu coração em pedaços.
Hoje não quero a companhia de ninguém
Hoje eu só quero chora por ter perdido o meu amor.

Thiago Soeiro

4 comentários:

  1. "Ela era cinza,
    Cinza como o que sobrou de mim
    Depois de queimarem os meus sonhos...
    Ela era cinza,
    Cinza como as cinzas de uma Fênix,
    Mas nunca um cinza me alegrou tanto."

    Por que na vida se ama, se sofre, se reencontra, se perde, se ama de novo... até que se encontra em definitivo... o definitivo definitivo ou o definitivo não tão definitivo assim...
    Janete Lacerda

    ResponderExcluir
  2. "Hoje não quero a companhia de ninguém..."

    Mas sempre fica alguém...alguém que faz parte da nossa vida e escolhe ficar por perto pra apoiar e apontar um novo caminho.. e mesmo sem falar nada, ficar por perto já ajuda...

    Vou sempre ficar por perto...

    ResponderExcluir
  3. Existe um pensamento que diz ...
    Há momentos infelizes em que a solidão e o silêncio tornam-se meios para a liberdade...
    é isso que pode te manter com gás...
    ou não ..

    ResponderExcluir