quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Dica de música

Ontem em uma converça animada, dessas da madrugada com o meu querido amigo Ton Costa, dono do Mascredo! falávamos de música, e ele o maior fã de Vanessa da Mata que conheço me fez um pedido especial. Colocar no Amor Cafona a música Vá, do novo albúm Bicicleta, bolos e outras alegrias. A Letra é realmente linda, e no momento se encaixa perfeitamente em minha vida.

Música: Vá

Vanessa da Mata


Não fale mais
Leve o que é seu e só

Que o sol já vem
E com ele outro dia

Se descobrir
Vá crescer
Entender e saber
O que quer, quem você quer.
Não me faça mais chorar
Como se eu fosse nada
Para o ego do meu bem
Quantas você tem
Quantas você faz sofrer
Seduzindo o mundo
Quantas ficam ao seu bel-prazer

Cresça
Me deixe em paz
Mesmo que eu sofra mais
Agora tudo é seu
Amanhã serei bem mais feliz


Se descobrir
Vá crescer
Entender e saber
O que quer, quem você quer.
Não me faça mais chorar
Como se eu fosse nada
Para o ego do meu bem
Quantas você tem
Quantas você faz sofrer
Seduzindo o mundo
Quantas ficam ao seu bel-prazer

Preciso ser mais forte
Para não voltar atrás
Aliviando o desespero
Para adiar o sofrimento

Cresça
Me deixe em paz
Mesmo que doa mais
Agora tudo é seu
Amanhã serei bem mais feliz


segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Um desabafo

Eu não sei porque ainda sinto isso por você, na verdade tudo o que queria era não te amar, tudo o que quero na minha vida agora é paz, ficar bem comigo. Tu tinhas que ter voltado, tu tinhas que ter reaparecido como um fantasma e outra vez veio me perturbar. Com você tão perto de mim não consigo dormi estás presente em minha vida em meu pensamento a única coisa que tenho lembrado esses dias é o quanto te amei e acho que ainda te amo, lembrado o quanto fui feliz contigo e como te quero de volta. talvez eu esteja ficando louco, afinal já se passaram um ano desde que decidimos seguir caminhos opostos. Se eu tivesse a certeza que você realmente me ama, jogaria tudo para ficar contigo e viver esse amor.

Dica de blog

O blog Poemas, Frases e Outras divagações da minha querida amiga Mary Paes merece ser lido todos os dias, porque além de ter belos textos, tem as fotos maravilhoras do meu também amigo Maksuel Martins, uma cara amigo e divertido e fotografo fantástico. Eu peguei um de seus poemas para poderem ter uma previa do que vão encontrar por lá. Eu quero aproveitar a oportunidade e declarar aqui para todos que sou muito fã da Mary e sonho em um dia escrever tão bem quanto ela.

À Primeira Vista


Te amei quando te vi

Não sei por que eu te perdi...

Hoje não te vejo

E mesmo assim,

Não sei por que não te esqueci...

Por Mary Paes - Foto: Maksuel Martins


quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Música do dia

Esta música tem uma letra linda e melâncolica como o Amor Cafona, só que aqui quero que todos à leiam como um poema para poderem prestar melhor atenção no que ela diz. Falo tanto de saudade e todos sabem que saudade é prima da solidão. Leiam e comentem!

Não aprendir dizer adeus - Leandro e Leonardo

Não aprendi dizer adeus, não sei se vou me acostumar, olhando assim nos olhos teus sei que vai ficar nos meus a marca desse olhar. Não tenho nada pra dizer, só o silêncio vai falar por mim eu sei guardar a minha dor apesar de tanto amor vai ser melhor assim. Não aprendi dizer adeus mas tenho que aceitar que amores vem e vão são aves de verão, se tens que me deixar que seja então feliz. Não aprendi dizer adeus, mas deixo você ir sem lágrimas no olhar, se adeus me machucar o inverno vai passar e apaga a cicatriz.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Todos os selos (são meus)










Eu estava distânte do blog a alguns dias devido a probleminhas em minha vida pessoal. Mas logo que vi todos os selos que recebi fiquei muito feliz, confesso que tudo isso me deixou com mais vontade de continuar à escrever. Estive meio desmotivado. Já perdi as contas de quantas vezes já agradecir pelos comentários, pelos selos e pelas palavras de incentivo e motivação que o já meu amigo à distância Luan Gentil dono do Sutil Desvairo já escreveu. Acho que todos que já leram o Amor Cafona sabem ou pelo menos deduziram que todos os meu relatos são baseados na minha vida. E nem todos são tão felizes, confesso que já tive momentos que quis parar de escrever, só que devido a um comentário do Luan e continuei e continuo. Por meio dele eu vi que escrever é colocar sua alma para todos verem, e revelar-se ao mundo sem medo.

Meus indicados são:

Olhar Alternativo

Poemas, Frases e Outras Divugações

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Onde estão os velhos amigos?


Não tem nada melhor do que dividir bons momentos com os amigos, a verdade é que é tão bom ter amigos. Estive pensando que o mundo tem girado tão rápido e algumas pessoas a quem chamei de amigos ficaram ou estão ficando para trás, infelizmente isso acontece. Aprendi este ano que por mais que amamos, por mais que queremos bem, por mais que nos importamos simplesmente para alguém, tudo isso não vai se importar. Eu fico pensando, quais motivos leva a esta mudança, fico pensando será que os olhos que fitei entre lágrimas eram falsos ou só existiram em minha imaginação? Será que tudo o que vivemos só teve importância para mim? Será que realmente vivemos tudo o que vivemos ou eu simplesmente sonhei? A verdade é que eu só sei que não se pode dizer que conhece alguém, porque em algum momento ela vai te surpreender e com isso você vai se decepcionar. Hoje meu velhos amigos, só estão nas fotos do meu computador e nas minhas lembranças. E eu com a saudade dos tempos que nunca voltarão.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Dúvida passageira

Desde o início quem acompanha o meu Amor Cafona sabe que não tem sido nada fácil meu namoro a distância, devido à saudade e quando pensei que estava me acostumando com tudo, recebi um telefonema que me fez ter dúvida de que o que estou vivendo realmente vale apena ama. Eu como o entusiasmo de sempre. Por telefone sua voz parecia mais distante do que realmente esta. Antigamente me ouvir era motivo para esquecer todos os problemas, antigamente os telefonemas eram mais demorados e o EU TE AMO, mais sonoro. Já estou com medo de me acostumar a escrever antigamente. Não sei se isso é apenas drama meu como diz alguns amigos ou estamos realmente passando por um momento não favorável na relação, coisa que mais tive medo todo esse tempo. Porque eu ainda amo, igual ao começo com toda ou mais vontade se ser e pertencer do que antes. Não sei também quais problemas estão acontecendo por lá sei bem que problemas com família, trabalho, escola e dinheiro tiram totalmente a melancolia da paixão. Seja o que for eu terei paciência e estarei aqui para pode ajudar e não vou cobrar nada além do que poderem me dar, e não vou implorar amor, porque amor não se pede amor se doa, amor se vive e se respirar e eu contínuo te respirando.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Música do dia

Sabe quando você terminou o relacionamento e escuta aquela música que te remete a tudo o que viveu e sem você ao menos conseguir reagir, começa a chorar, porque música boa, com uma letra e melodia bem feita. Faz aflorar qualquer sentimentos que tentamos camuflar e essa música é uma dessas.

Lembranças de Amor – Victor e Léo

Veja só
Sei que palavras não consertam nada
Mas eu acho que é melhor
A gente conversar

Afinal
O nosso caso não difere de outros casos
Que acabaram mal
E só pra te lembrar

Eu já sofri demais
Mas longe de você
Sofrerei bem mais

(Refrão)
Preciso te dizer o que acontece com meu sentimento
Chego em casa, não te vejo
O meu desejo é te ligar correndo
E pouco a pouco, a solidão e o silêncio me abraçam
Minha alegria passou
Só as lembranças de amor, não passam

Beautiful Blogger


Ontem eu coloquei o meu primeiro selo aqui para todos verem, Agora tenho o orgulho e a honra de colocar meu segundo selo o de Beautiful blog. Claro que estou feliz, ainda mais por receber do meu já considerado amigo Luan Gentil dono do Sutil Desvairo. Só posso dizer, muito obrigado pelos comentários sempre colaborativos e motivadores. Hoje escrevo com muito mais vontade porque você me inspira.
Lá vai os meus indicados:

Seria eu essa (?) - Faz pouco tempo que ela deu uma espiadinha no meu blog e eu foi vero seu, adoro seus textos. Ela merece.

Concepções Intrísecas - Ela é muito fofa e escreve super bem, por isso seu blog merece este e muitos outros selos.

Olhar Alternativo - Minha querida repórter Jéssica Alves, pelos seus textos sempre bem escritos você merece.

O blog da Mary - Simplesmente muito bom.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Selo



Eu confesso que fiquei surpreso quando recebi meu primeiro selo, eu que acho que mal sei escrever e que escrevo todas as coisas que vêm de dentro de mim, achando que o ninguém leria, acabei me enganando. O Primeiro que me fez acreditar que é importante falar dos seus sentimentos e que não é bobagem nem vergonha escrever sobre o amor, do seu jeito, ou melhor, do meu jeito Amor Cafona, foi o Luan Gentil dono do Sutil Desvairo. Aliás, um ótimo escritor, quem não conhece tem o dever de visitar o seu blog e pelo menos ler um de seus textos. E hoje recebi duas indicações ao selo de qualidade, além da do Luan, recebi também do Anderson Calandrini dono do Devaneio Mental, blog muito legal.

Como faz parte da brincadeira tenho que falar dez coisas sobre mim e indicar e avisar os blogs quais frequento e merecem o selo.

Bom, as dez coisas sobre mim vou ficar devendo. Fiquem curiosos (as)


Blogs mais que legais:

Thainá Rodrigues

Olhar Alternativo

Concepções Intrísecas

Seria eu essa (?)

Quimera Jornalística

Mensagem Efêmera

Josilene Paixão

O blog da Mary

Poemas, frases e outras divulgações

Falta o do meu amigo rafael depois coloco.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Carta ao meu amor


Hoje eu quero escrever para ti, faz tempo que não te escrevo e fiquei com saudade e vontade de te escrever. Amor, esta semana eu estive cheio de trabalho, você sabe que procuro fazer várias coisas ao mesmo tempo para não ficar resmungando minha saudade, aproveitei também e comprei nossas alianças são lindas, falta só colocar nossas iniciais, só que vou fazer isso quando você chegar, Ah! Tenho uma surpresa para você, e como é surpresa não vou contar (risos). Sabe que eu sonhei com você. Acordei no meio da noite sentindo seu cheiro é tão estranho isso, nossa mente tem dessas coisas de nos ludibria ainda bem que ela faz isso conosco, assim nos sentimos mesmo que por um instante mínimo perto de quem nos faz bem. Eu quase me esqueço de perguntar como você está, desculpa, você sabe que quando começo a falar ou escrever me empolgo (risos). Espero que esteja se cuidando, nada de exagerar nas festinhas eu já conheço todas as suas marcas e espero não encontrar nenhuma nova quando chegar aqui. Não posso deixar te falar que todos os nossos amigos têm sido bem compreensíveis comigo me apoiando e ouvindo em todos os momentos que fico enchendo os ouvidos deles com suas qualidades e de como seu sorriso é lindo. Hoje eu sei que te amo porque existo e na sua ausência eu sei que existo porque te amo. Estou te esperando.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Loucuras de Amor

Quando um dia falarmos de amor concerteza contaremos a história que vivemos juntos. Todos os momentos desde quando nos conhecemos nossa vida tem parecido um conto de fadas, só que ele é bem melhor que um conto de fadas, ela é real. Eu fui atrás do meu amor, mesmo sem saber como poderia ser minha recepção, fui mesmo sem conhecer ninguém, eu fui somente com a minha coragem, a coragem que o amor me deu. A viajem foi horrível e para piora a minha aflição fui parar em outra comunidade, por algumas horas eu quase entro em desespero, confesso que fiquei com muito medo de não nos encontrarmos, mas já tínhamos um história traçada, não se foge do destino. Eu estava na frente do local onde seria a festa da comunidade quando o avistei de longe, meu coração acelerou de maneira que pensei que iria ter um enfarte ali mesmo, então fui ao seu encontro, naquele momento dentro de mim acontecia uma confusão, não sei nem explicar direito o que estava passava em mim. Minhas pernas tremiam, minhas mãos tremiam, meu coração acelerado, quando ele me avistou ficou parado com cara de bobo, e então me sorriu, como uma criança ao ganhar um brinquedo e disse: - Você veio! Não faz mais isso comigo, meu coração já não quer ficar em mim, assim eu posso não agüentar. Eu sorrir e o abracei, foram 59 dias esperando por aquele abraço, sentir mais uma vez aquele perfume, foram 59 dias esperando para poder ver, poder constata que está bem, poder matar a saudade que vinha nos acompanhando. A festa não estava muito boa, mas para mim foi a melhor festa do ano, quando namoramos a distância todos os sentimentos parecem ter uma intensidade maior do que é normalmente.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

De malas prontas

Olá amor, estou me preparando para ir até você, minha passagem já estão compradas, minha mala pronta e toda a saudade aguardado para poder me deixar no momento em que me abraçar. Nem sei direito o que vou dizer quando te encontrar, afinal, já fazem quase dois mese que não nos vemos. Só penso em poder te encontrar e esta ao seu lado, pode te abraçar, sentir o teu cheiro. Só penso no momento em que vou pode dizer "eu te amo", e como estou ansioso por saber que este momento está chegando. Meu coração acelera, que coisa estranha, mas é tão gostoso sentir isso. Amantes, vou deixa-los por alguns dias, mais logo-logo estou de volta para contar todas as novidades, dezejem-me sorte. #Até

domingo, 31 de outubro de 2010

Música do dia

Música: 2 perdidos
Arnaldo Antunes

Quando eu quis você
Você não me quis
Quando eu fui feliz
Você foi ruim
Quando foi afim
Não soube se dar
Eu estava lá mas você não viu
Tá fazendo frio nesse lugar
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo em mim
Se eu já me perdi
Quando perdi você
Quando eu quis você
Você desprezou
Quando se acabou
Quis voltar atrás
Quando eu fui falar
Minha voz falhou
Tudo se apagou você não me viu
Tá fazendo frio nesse lugar
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo em mim
Mas se eu já me perdi
Como vou me perder
Se eu já me perdi
Quando perdi você
Mas se eu já te perdi
Como vou me perder