terça-feira, 17 de maio de 2011

Não

Não vá ainda
Eu tenho muito que dizer
Não é apenas com Adeus que você vai me apagar assim
E os meus sonhos de um futuro juntos
E suas promessas de uma eternidade ao meu lado
E quanto as nossas juras sempre seladas com um beijo
Tudo ficou aonde?
Em que lugar foi parar o amor que disse ser para mim?
Eu sei que o amor que te dei ainda é o mesmo
Ele apenas perdeu a cor
Em um descuido nosso, eu acho.
Ou Porque deixamos, talvez.
Eu não costumo separar os momentos bons dos ruins
Eu levo a vida assim
Encarando tudo
È algo meu ver beleza até na dor.
Na minha dor.

2 comentários:

  1. Lindo. è difícil achar e ver a beleza na própria dor. Que bom que consegue fazer isso.

    ResponderExcluir