segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Amor à distância

Conhecemos-nos como num filme: olhares, gestos, bilhetes e declarações de amor. Desde o início sabíamos que teríamos entre o nosso amor aproximadamente 120 km de distância, de quatro a cinco horas de viagem e um telefonema por semana, isso contando com a sorte. Só que não estamos em um filme, aqui o tempo é real, não acaba em 120 minutos. Estamos presos a um único tempo verbal, um pretérito juntos, um suspeito presente e um futuro que parece não chegar. Já se passaram trinta dias e teremos que esperar mais 60 dias para nos encontramos novamente, caminho que escolhemos seguir, ou melhor saudade que escolhemos acompanhar.

4 comentários:

  1. Legal o blog. Já estou seguindo ;D

    ResponderExcluir
  2. nossa um amor a distancia..
    tens pasciencia...
    muita pasciencia.........

    ResponderExcluir
  3. A força de um sentimento por vezes,é medida nessas ocasiões, em que temos que nos sacrificar em função de quem amamos. Muiot bom o seu blog. To lhe seguindo.

    ^^

    ResponderExcluir
  4. Amar a distância é verdadeira foda e complicado.
    Você não sabe se o amor é o bastante ou se perda vai ser traumática ou se dessa relação sairá algo relevante. + nada o torna menos belo do que qualquer outro jeito de amar.
    gostei muito deste texto! o/

    ResponderExcluir