terça-feira, 15 de maio de 2012

AMAdurecido..


Por Flávia Fontes

Este jeito teu de amargar a beleza de uma paixão, finges, sentes, mentes...
E o mundo parece morar em tua palma, de cores sem alma, rentes...
Neste teu gesto vão: “razão”... Duras palavras! Aparentes!

Este teu brilho de estrela, a Mulher, mãos ligeiras, rabiscas: “ frases”...
E o teu olhar altivo, verbo imperativo, finito nestes olhos sutis... Ares...
Justificativas de um espírito “solitário”, sentimentos, sem pares
Resumido, neste teu AMAR endurecido...
Amadurecido...

Um comentário:

  1. Que lindo, o seu blog é mais do que simpático, é uma graça!

    ResponderExcluir